O número de produtos certificados com o selo Comercio Justo Fairtrade cresceu 8% na Espanha no último ano, apesar da pandemia e da crise hoteleira

26/04/2021

Balanço de referências com certificação Fairtrade em 2020
  • O crescimento de 5% no número de marcas e 8% no sortimento de produtos confirmam o compromisso da sociedade espanhola com o consumo sustentável apesar do Covid-19 e suas consequências para o setor hoteleiro.
  • O número de produtos certificados Fairtrade à venda na Espanha cresceu 300% nos últimos cinco anos. 
2020 foi um ano difícil para todos. A pandemia representou uma ameaça para muitos setores, além de causar uma crise econômica e social da qual será difícil se recuperar. A Fairtrade Ibérica, o selo líder que certifica os produtos Comercio Justo com o objetivo de trabalhar pela sustentabilidade das pessoas e do planeta, já conhece o balanço de produtos e referências correspondentes ao 'ano do Coronavírus' e, apesar do difícil contexto económico, a dados Eles são muito positivos e nos convidam a olhar para o futuro com muito otimismo.

continue lendo O número de produtos certificados com o selo Comercio Justo Fairtrade cresceu 8% na Espanha no último ano, apesar da pandemia e da crise hoteleira

Especificamente, em 2020 foram vendidos um total de 325 marcas e 1.895 produtos, o que representa um aumento de 5% de marcas e 8% em sortimento em relação aos dados de 2019: 70 marcas e 1.757 produtos certificados Fairtrade. Embora seja verdade que em anos anteriores o crescimento tinha sido de dois dígitos após o 'boom' do Comercio Justo graças, em parte, à sua promoção pelo canal de retalho, do Fairtrade Ibérica valorizam positivamente os dados do último período: “Apesar de o Covid-19 ter perturbado as nossas previsões iniciais, acreditamos que o Fairtrade tem conseguido posicionar-se bem e mostramos que a nossa liderança no setor continua a crescer num ano muito complicado em que se passaram vários meses. que a economia praticamente paralisou”, analisa Álvaro Goicoechea, CEO da marca líder Comercio Justo.

“Apesar de o consumo de alimentos e necessidades básicas não ter parado durante o confinamento e nos meses seguintes nos supermercados e grandes centros de distribuição, notamos uma queda acentuada no setor hoteleiro, que passa por muitas dificuldades”, acrescenta Goicoechea.

De notar, uma vez desagregado o saldo de referências, que das 325 marcas, 74 são da Península Ibérica e 251 correspondem a empresas estrangeiras, enquanto dos 1.895 produtos, 485 são de Espanha e Portugal e 1.410 são de fora.
 
Doces e sorvetes, produtos 'estrelas'
Dos 1895 produtos certificados pela Fairtrade Ibérica no último ano, ao distribuí-los por categoria, destacam-se em primeiro lugar a doçaria e os gelados, com uma percentagem de 45%, seguidos do cacau (23%), café (11%), chá ( 4%), açúcar (2%) e outros produtos (15%).

Quanto às marcas de Espanha e Portugal, porém, há uma coisa a destacar: o notável aumento da procura de cacau nos últimos meses. Especificamente, no período correspondente a junho-dezembro de 2020, registou-se um aumento do lançamento do 55% com marcas notáveis como a Chocolates Isabel, a distribuição retalhista liderada pela LIDL e as suas diferentes marcas (Favorina, DOR, Deluxe...), Chocolates Solé e NEWYOU. Além do cacau, destaca-se também o aumento dos lançamentos de algodão durante o segundo semestre de 2020, cujo impulso se deve principalmente à marca de moda espanhola SKFK e ao lançamento de sua nova coleção outono-inverno com algodão orgânico certificado pela Fairtrade. Em relação às novidades na categoria de café, vale destacar marcas como Templo, Novell, Ecolectia ou Ethics Coffee, enquanto na categoria de chá as propostas de Ecolectia e Herbes de Molí.

No último relatório de referência do Fairtrade Ibérica, destaca-se também a informação sobre o desenvolvimento de novos produtos por empresas e marcas estrangeiras que vendem na península. Neste sentido, o algodão lidera os lançamentos nos últimos meses do ano (com um aumento de 43%) graças ao impulso do canal de retalho, neste caso das grandes redes LIDL e ALDI. Seguem-se novos lançamentos de cacau, com um aumento de 29% graças a marcas estrangeiras como Chocolate & Love, Chocolaterie Belvas, La Vida Vegan ou Les Chevaliers d'Argouges, entre outras. Por último, no que diz respeito ao café, destacam-se sobretudo as novidades da Starbucks, Pelican Rouge, Cafés Richard e da cadeia de retalho E.Leclerc, enquanto nos dados da categoria dos gelados, os lançamentos da Ben & Jerry's e os da própria marca LIDL.

Este balanço confirma que, apesar das circunstâncias extraordinárias que a sociedade espanhola vive devido ao Covid-19, o Comercio Justo e o compromisso dos consumidores e marcas com a sustentabilidade das pessoas e do planeta continua a crescer e não contempla um retrocesso: em cinco anos, o número de produtos certificados cresceu quase 300%.
 
Sobre Fairtrade
Fairtrade é o selo líder que certifica os produtos Comercio Justo. Trabalhar pela sustentabilidade das pessoas e do planeta. A Fairtrade é uma organização independente que representa 1,7 milhão de produtores e trabalhadores em todo o mundo. Possui a marca registrada FAIRTRADE que aparece em mais de 35.000 produtos. Auditado de forma independente, o Fairtrade foi pioneiro em padrões e programas focados em produtos desde sua criação em 1997.

A Fairtrade Ibérica representa a organização na península e gere a utilização do selo em Espanha e Portugal. Nosso trabalho visa capacitar produtores, trabalhar com empresas e envolver consumidores para alcançar um mundo mais justo e sustentável. Mais informações em fairtrade.es

recomendado

Contato
Siga-nos
linkedin Facebook pinterest YouTube rss Twitter Instagram facebook em branco rss-em branco linkedin-blank pinterest YouTube Twitter Instagram